domingo, 20 de novembro de 2016

Helena dando uma de modelo!

Gente eu não sei vocês, mas eu adoro comprar pela internet, acho que só vou em loja física pra ver roupa pra mim, pois sinto a necessidade de provar, de resto, estou preferindo comprar do conforto da minha casa...rs

Foi assim com quase todo o enxoval da Helena e até hoje, a maioria das roupas e coisas pra ela compro pela internet.

Eis que uma amiga minha, formada em moda e que sempre costurou muito bem, diga-se de passagem, resolveu criar uma marca e uma loja virtual de roupa infantil e para a minha babação pediu para a Helena ser a "modelo" dela...rsrsrs...gente, eu não aguentei, as fotos são amadoras, mas a ideia é ser um negócio mais caseiro mesmo e as roupas são lindasssss demais!!!!

Para quem quiser conhecer, o site é www.curtindovaral.com.br, também está no Instagram e Facebook como @curtindovaral.

Agora, deem só uma olhada nas fotos se não são de babar!!!










quinta-feira, 10 de novembro de 2016

6 meses de Helena!

Para tudo gente, como assim 6 meses? Onde eu estava todo esse tempo? Cadê minha recém nascida???

Olha, tirando o primeiro mês que pra mim durou pelo menos um ano, agora o tempo não quer dar trégua e está voando, apesar de muitas, mas muitas vezes ter desejado que o tempo passasse rápido e que a Helena já tivesse um ano, agora eu peço que ele passe um pouquinho mais devagar, para que eu possa curtir muito minha bebê, que apesar do cansaço, nos traz muitas alegrias nesta fase deliciosa!!

Helena está ótima, tirando uns resfriadinhos que teimam em surgir (tempo maluco, escola, enfim...), está com 66,5 cm e 7,5 kg, sim, é uma bebê grande!

Está muuuuuito sapeca, fica muito tempo no chão brincando com seus brinquedinhos e rolando para todo lado, ela se locomove pela casa rolando, vai para a cozinha, para a sacada, volta para o tapete é muito engraçado. Ainda não senta, está bem molinha ainda neste sentido, mas o médico disse que é normal, então beleza, está muito risonha e faz festa quando nos vê e quando vê a professora da escola também (sinal que está sendo bem tratada né? Penso assim, rs), continua dormindo bem a noite, dorme por volta das 20h, tem acordado uma vez só na madrugada, mas em compensação acorda com as galinhas, entre 5h e 5h30, as vezes, muito raramente dorme até umas 6h, já tentei por pra dormir mais tarde, mas acorda no mesmo horário, então não compensa deixá-la irritada com sono, ok, já me conformei com isso, rsrs, começamos a IA com frutas, estamos beeeem devagar, não estou com pressa e já coloquei na minha cabeça que neste primeiro momento ela está mais conhecendo os sabores e as texturas do que propriamente se alimentando, tem se mostrado com um temperamento bem forte e reclama forte quando algo não está agradando, tenho até medo do que me espera, rsrs, chora muuuito pouco, prefere resmungar mesmo.

Bom, acho que é isso, vamos de fotinhos?



Bjos da Carol.

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Volta ao trabalho

Deixar de trabalhar para ser mãe em tempo integral nunca esteve em meus planos por vários motivos.

Bom, a ideia desde o princípio era deixar a Helena numa escolinha, pois não temos parentes aqui em nossa cidade e a possibilidade de deixar com uma babá nunca me agradou muito. Sendo assim, quando a Helena estava com uns 3 meses começamos a procurar, meus requisitos eram: não ser uma escola muito grande, com muitos bebês, a qualificação da professora, a estrutura da escola, principalmente a sala dos bebês, espaço externo com contato com a natureza, alimentação adequada e as atividades realizadas com os bebês e crianças.

Na nossa busca encontramos escolas maravilhosas, mas também muuuito caras, fora da nossa realidade e outras bem mais acessíveis, mas que não preenchiam nem a metade das minhas exigências.

Foi difícil, até que achei uma que me agradou bastante, limpa, organizada, pequena e com um espaço verde muito bom, as crianças passam muito tempo brincando do lado de fora o que eu acho bem legal, eles também tem horta, aulas de culinária, enfim, dava pra pagar, então tudo certo.

Duas semanas antes de voltar ao trabalho comecei a levar a Helena, no primeiro dia ficou só uma hora, no segundo dia duas e assim por diante, na segunda semana ela já estava ficando meio período e depois quando voltei a trabalhar, período integral.

Confesso que no primeiro dia que deixei, fiquei com uma sensação muito estranha, não era tristeza, mas uma preocupação imensa de como ela ficaria, ao buscar me disseram que ela ficou super bem e assim seguiu todos os outros dias.

Bom, hoje já estamos super adaptadas, ela sempre vem embora pra casa feliz e não notei diferença em seu comportamento, já ficou resfriadinha, mas já era esperado, o clima também não ajuda...rs

É isso! Bjao

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Helena 4 e 5 meses!

Oieee voltei!

Tanta coisa aconteceu, tanta coisa pra contar e tudo tão corrido que quando sobra um tempinho fico entre escrever aqui ou dormir e acabo ficando com a segunda opção, vocês me entendem né? rsrs

Bom, hoje minha Pitica está completando 5 meses \o/, mas antes vou contar um pouquinho de como foi o quarto mês de sua vidinha.

Quando ela entrou no quarto mês ela só pegava os objetos que fossem colocados em suas mãos e ainda com alguma dificuldade, rolava para os lados até ficar de bruços e não conseguia voltar, estava com pequenos cochilos durante o dia e dormindo bem a noite, das 19h às 6h/6h30, com duas acordadas rápidas para mamar. Pois bem, quando ela estava com 4 meses e meio, comecei a perceber algumas mudanças, ela começou a ficar muito mais ativa durante o dia e muito mais impaciente e irritada também, exigindo mais minha presença e querendo mais colo, aquela bebê que dormia sozinha no berço, precisou ser ninada novamente, com vários plantões na madrugada, afinal azar de quem queria dormir, ela queria mesmo era brincar, conversar e treinar suas novas conquistas.

De cara percebi que o tão temido salto de desenvolvimentos dos 4 meses havia chegado, eu estava esperando por ele e já estava preparada psicologicamente também, me preparei tanto que no fim até achei que não foi tão difícil assim, apesar das noites mal dormidas. No final do quarto mês ela já passou a buscar e pegar os objetos, trocar de uma mão para outra, passou a rolar para todos os lados e se arrastar também (mistura de tatu-bola com minhoca rsrs) e também descobriu os pés, que não saem mais de sua boca, muita mudança pra pouco tempo né gente? Não é a toa que eles ficam tão agitados!

Na última semana já estou notando ela mais tranquilha, tem tirado uns cochilos maiores durante o dia e está com um sono mais tranquilho durante a noite, está dormindo com mais facilidade, mas em alguns dias ainda precisa ser ninada para acalmar, continua indo dormir as 19h e tem acordado uma vez só para mamar, entre as 2 e as 3h, daí vai até as 5h/5h30 e acorda de vez (é minha gente, estamos indo dormir bem cedo por aqui...rsrs), tem alguns dias que ela acorda as 4 e desperta, fica conversando, brincando e só vai voltar a dormir perto das 6h, estes dias são bem difíceis, vieram com o salto e espero que vão embora junto com ele.

Outra novidade é que voltei ao trabalho! Vou escrever um post específico sobre isso, mas já adianto que a Helena está ficando em uma escolinha e que se adaptou super bem :)

É isso meninas, agora vamos de fotinhos né?!

 Com 4 meses!
Com 5 meses!

Bjão da Carol!

3 meses de Helena

É minha gente, dia 10 deste mês minha Pitica completou 3 meses de vida! Com exceção do primeiro mês, que para mim durou uma eternidade, agora está passando rápido demais!!!!

Infelizmente já estou correndo atrás de escola, pois mês que vem volto ao trabalho (quero nem ver)...

Bom, minha boneca está cada dia mais linda e esperta, cada dia uma novidade, acho que deve acontecer alguma mágica naquele berço todas as noites, só pode, hahaha, pois dorme de um jeito e acorda de outro.

Agora ela está cada vez mais sorridente e é sempre com um sorrisão que nos recebe todas as manhãs quando vamos pegá-la do berço, aprendeu a rolar e as vezes até fica de bruços, mas aí chora porque não consegue voltar e temos que ir socorrê-la, está muito conversadeira e adora soltar uns gritinhos, começou a pegar objetos agora, mas ainda de forma bem descoordenada, o sono da noite continua da mesma forma, durante o dia anda tirando uns 4 cochilinhos de meia hora cada um, não passa disso, o chororô do fim da tarde parece ter diminuído (tomara), adora a casinha dela e dá uma estranhada quando vamos para a casa dos nossos pais (espero que isso melhore com o tempo).

Resumão, mas é isso! 

Fotinho:


quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Rotina do sono

Olá pessoal, tudo certinho? Aqui tudo bem graças a Deus!

Hoje vim falar um pouquinho de rotina, desde antes de engravidar já lia sobre a importância de implantar uma rotina o quanto antes para o bebê e já sabia que assim queria fazer. Já tinha várias ideias na cabeça, mas a verdade é que nem tudo (quase tudo na verdade) sai do jeito que você imagina...rs

No primeiro mês é muito difícil você começar com uma rotina porque o bebê ainda não tem um padrão estabelecido de sono e de mamadas e é muito complicado e até porque não dizer cruel você impor alguma coisa a ele.

Percebendo isso eu utilizei o primeiro mês para basicamente observar a Helena e ver como ela ia estabelecendo os seus padrões, durante o dia tirava vários cochilos, claro, mas percebi que ela começava a ficar com muito sono e chatinha perto das 19 horas, logo a fazíamos dormir perto desta hora e ela dormia umas 3 horas seguidas, depois começava aquela loucura de hora em hora que já comentei aqui, nesta época ela também dormia no carrinho que ficava ao lado da minha cama.

Sempre quis passar ela pro berço com 30 dias, mas como ela ainda estava acordando muito de noite e também estava muito frio, achei melhor esperar um pouco mais, mas a Helena faz muito barulho pra dormir, geme e resmunga demais e acabava que eu não dormia quase nada, nem mesmo quando ela estava dormindo, então com 40 dias resolvi colocar ela no berço, mesmo sabendo que ia ter que levantar várias vezes na noite, já não estava dormindo mesmo, então pra mim não ia fazer diferença.

Fiz a técnica do ninho para a Helena se sentir mais segura no berço e rezei para que tudo desse certo e deu...rsrs...nas primeiras noites ela ainda acordava bastante e eu levantava, amamentava e ninava até ela dormir de novo, este processo levava em média uma hora, fora quando ela resolvia despertar e ficar acordada por quase duas horas até dormir, foi uma fase muito difícil e de muito cansaço, mas com o tempo o sono dela foi melhorando, ela passou a acordar menos e percebemos que ao colocar ela no berço sem estar pacotada, ela se mexia, mexia, resmungava e acabava dormindo, então o processo que antes levava uma hora passou a durar no máximo meia hora, mas na maioria das vezes em 20 minutos já estou na minha cama novamente.

Comecei com a rotina da seguinte maneira, dava banho as 17 horas, das 17h30 até umas 18h30 ela chora bastante (a hora do chororô, lembram?), as 19 horas quando ela já estava mais calma levava ela pro quarto, trocava a fralda e fazia massagem em seu corpinho, dava mama e colocava no berço, deixava uma luz bem fraquinha e saia do quarto, pela babá eletrônica ficava de olho, ela se mexia, mexia e acaba dormindo perto das 20 horas (ela nunca chorou neste processo, pois se chorasse iria lá socorrer, rs), as 22 horas antes de eu me deitar dava mais um mama pra ela, ela mamava dormindo, depois disso na maioria das vezes ela acordava as 2 horas e depois as 5 horas, aí ela emendava um soninho até umas 6h.

No entanto, como tudo é um processo de observação, tentativa, erros e acertos, pelo fato dela começar a ficar muito irritada depois das 17h30 e por chorar muito das 18h até as 19h, pensamos que talvez estivesse sendo tarde pra ela dormir as 20h, então fiz algumas adaptações na rotina e ela está da seguinte maneira: estou dando um banho nela de manhã, aí as 18h, quando percebo que ela está ficando bem irritada já levo ela pro quarto, com uma luz fraquinha, dou banho de balde, faço massagem, converso baixinho, canto, conto historinhas, neste processo ela já se acalma e eu tento enrolar o máximo possível para o mama, depois ela mama e berço, assim ela tem dormido umas 19 horas e o processo todo se repete, ela continua acordando as 2h e as 5h e depois as 6h, então tudo certo.

Só sei que depois que ela passou a dormir no quarto dela o sono de todo mundo melhorou, o dela, pois acho que ela fica bem mais confortável do que no carrinho e o nosso, pois não acordamos a cada gemido que ela faz :)

Durante o dia ainda não temos uma rotina estabelecida, a Helena é muito ruim de sonecas, geralmente tira uns cochilinhos de meia hora e muito de vez em quando dorme um sono de umas duas horas perto da hora do almoço, ainda quero melhorar neste aspecto, mas está difícil...rsrs.

Bom, é isso meninas, vamos que vamos!
Bjos da Carol

(minha zebrinha já entregue ao soninho gostoso)


quinta-feira, 14 de julho de 2016

Amamentação

Olá!! Olha eu aqui de novo, nossa dois posts na mesma semana? Só porque minha mãe está aqui em casa passando uns dias e ajudando com a pequena...hahaha

Bom, sempre falei aqui em alguns posts que tinha muito medo da amamentação, meus seios sempre foram muito sensíveis e doloridos, fora do normal e a ideia que eu tinha é que eu sentiria muita dor para amamentar.

Já no Hospital, quando levaram a Helena para o quarto para ficar comigo, a enfermeira colocou ela no meu peito e me ensinou como seria a pega correta, eu estava tensa, mas a princípio deu tudo certo, a Helena pegou certinho e logo já começou a mamar (minha gulosinha não quis perder tempo...rsr), no entanto, mesmo ela pegando certo eu saí da maternidade com os seios machucados, não teve jeito, o bico do seio tem uma pele sensível e com tanta sucção acabou fissurando.

Mesmo com dor na pegada, continuei amamentando até que no segundo dia em casa, logo após a mamada a Helena golfou sangue, meu Deus, quase morri de desespero, na hora pensei que ela estava doente, já queria sair correndo para o Hospital, mas depois me toquei que o sangue era meu, dos meus seios e que ela estava engolindo junto com o leite! Chorei gente, me deu desespero saber que ela estava mamando sangue, conversei com o meu médico e ele me receitou uma pomada e uma amiga minha me emprestou umas conchas de prata que trouxe dos EUA, foi o que salvou, estas conchas são realmente milagrosas e no dia seguinte meu seio já estava cicatrizado.

Bom, passado este primeiro drama, no quarto dia em casa eu acordei e simplesmente estava com os seios enormes, duros e doloridos, era meu leite que havia realmente descido e meus seios estavam regurgitados, estava tão duro que a Helena não conseguia mamar, eu não conseguia tirar e novamente chorei de desespero, resolvi procurar uma enfermeira especializada em amamentação para ela me ajudar a ordenhar, ela me ensinou a massagear e a tirar, tinha que fazer isso antes de cada mamada para amolecer a auréola e a Helena conseguir mamar, fiquei nessa rotina de uma hora antes da mamada massagear o peito e tirar o leite para a ela mamar, ou seja, passava o dia apertando o peito, pois ela mamava a cada duas horas quase...rsrsrs...sorte que foi por poucos dias até o organismo entender a demanda e produzir a quantidade certa de leite.

Agora, está tudo certo, confesso que ainda sinto uma ardida na hora que ela pega o seio, principalmente quando ela já mamou bastante, mas ela consegue mamar tranquilhamente, não sou uma pessoa que tem leite demais, tanto é que não sinto meus seios cheios e nunca tive vazamentos, mas acredito que está sendo o suficiente pra ela, já que está ganhando peso certinho.

É isso gente, não foi fácil, mas também não foi tão difícil como imaginei, tive uns perrenguinhos, mas no fim deu tudo certo...rsrs

Bjos da Carol